Salvemos a Floresta de Atewa

Por favor, apoie a nossa campanha para que a Floresta de Atewa seja designada como Parque Nacional. Apelamos ao governo de Gana para que abandone os acordos com o governo da China para extração de bauxita (o minério do alumínio) das montanhas de Atewa.

A Floresta de Atewa é bastante conhecida por abrigar uma grande variedade de espécies ameaçadas e endêmicas (aquelas espécies que não se encontram em nenhum outro lugar), incluindo aves, mamíferos, répteis, borboletas e anfíbios. Recentemente, cientistas de A Rocha descobriram que o mangabei-de-colarinho-branco Cercocebus lunulatus, um macaco criticamente em perigo, habita na Floresta de Atewa.

O mangabei — um raro macaco terrestre — está presente em apenas algumas regiões de Gana e é considerado pela União Internacional para a Conservação da Natureza em perigo crítico de extinção.

O mangabei foi descoberto na Floresta de Atewa durante um monitoramento com armadilha fotográfica. Cientistas de A Rocha estavam tentando apurar a situação atual dos animais que vivem na floresta e que são frequentemente vulneráveis à caça e captura.

Nos últimos meses, a importância dos serviços de ecossistema prestados pela floresta de Atewa a muitos ganeses foi destacada em um relatório para o governo de Gana intitulado The Economics of the Atewa Forest Range («O valor econômico da Floresta de Atewa»). O préstimo mais importante é o fornecimento de água potável que flui dos montes, e da qual dependem milhões de ganeses.

Isto torna ainda mais preocupante o fato de que o governo de Gana e o governo da China queiram avançar com os planos para extrair bauxita – o minério do alumínio – das montanhas de Atewa, em Kyebi. A floresta de Atewa necessita da sua ajuda.

White-naped Mangabey (Cercocebus lunulatus) caught on camera trap 2017-05-03 Atewa Forest Ghana - (c) A Rocha International

Especialistas em primatas dizem que a nossa foto mostrando um mangabei-de-colarinho-branco na floresta de Atewa é o único registro fotográfico no ambiente selvagem de Gana. (Clique para ampliar.)

O que você pode fazer

1. Envie uma carta ao presidente de Gana. Milhares de cartas enviadas por cidadãos preocupados em todo o mundo farão uma grande diferença na decisão do presidente Akufo-Addo. O texto, endereço postal e tudo mais que você precisa está aqui.

2. Assine a petição. Nós estamos pedindo ao presidente de Gana que declare a Floresta de Atewa como Parque Nacional. É a única solução duradoura às ameaças a esta paisagem incomparável e aos seus habitantes humanos e não-humanos. Assinar é fácil, por favor assine agora mesmo.

3. Faça um donativo. Nosso esforço conjunto para salvar uma das joias verdes da África Ocidental requer recursos consideráveis. Se você puder, contribua acessando a página de doações e selecione “A Rocha Gana”.

Mais informação (em inglês)

Veja o nosso comunicado à imprensa (15 de dezembro de 2017): ‘Critically endangered primate discovered in bauxite-threatened Atewa Forest, Ghana’ – inclui informações mais detalhadas sobre a Floresta de Atewa e a ameaça iminente sobre ela.

O Doutor Russell Mittermeier (chefe do Grupo de Especialistas em Primatas da Comissão de Sobrevivência das Espécies da União Internacional para a Conservação da Natureza) e o Doutor Inza Koné (presidente da Sociedade Africana de Primatologia) já manifestaram suas preocupações ao presidente Akufo-Addo. Leia a carta conjunta.

Homenagem a Eugene Peterson 25 out 2018
Protegendo a Ria de Alvor: a batalha continua 1 set 2018
Últimas notícias
15 de setembro: Ajude os oceanos, esteja onde estiver! 1 set 2018
Levando esperança ao bosque seco do Peru 1 set 2018