Notícias sobre a migração dos rolieiros

Rolieiro em uma cavidade de ninho artificial (Edmund Fellowes)

Rolieiro em uma cavidade de ninho artificial (Edmund Fellowes)

O estudo em maior escala até hoje sobre a migração do rolieiro-europeu Coracias garrulus foi publicado em julho. Rolieiros de múltiplas populações na Europa, inclusive nos locais de estudo de A Rocha França, foram rastreados em seus voos de ida e volta ao sul da África usando geolocalizadores. Os dados foram usados para avaliar em que medida estas diferentes populações se misturam nos seus locais de invernada. Para a maioria das espécies de pássaros, sabe-se muito pouco sobre o assunto, mas os resultados sobre os rolieiros mostram que os invernadouros para as diferentes populações são grandes, com um nível moderado de duplicação. Como o rolieiro diminuiu em 20–30% globalmente durante a última década, esta é uma boa notícia, pois reduz a vulnerabilidade das populações reprodutoras à perda do habitat localizado nos invernadouros. O estudo também mostrou que todos os pássaros fizeram escalas prolongadas na primavera e no outono, o que demonstra a importância da proteção dos locais em muitos países africanos, para estes pássaros deslumbrantes.

«Foi estimulante estar envolvido em um projeto tão ambicioso», diz Timothée Schwartz, Diretor Científico de A Rocha França. «Com a ajuda de voluntários e estagiários, conseguimos pegar vinte Rolieiros adultos e colocar geolocalizadores nos nossos principais locais de estudo de campo na Provença e em Roussillon. Depois, naturalmente tivemos que nos deslocar e recapturar o maior número possível no ano seguinte, para recuperar os dados!»

Leia mais em  ‘A pan-European, multi-population assessment of migratory connectivity in a near-threatened migrant bird’ por Tom Finch et al.

Incêndios, exploração madeireira e mudança climática 2 out 2020
Atualização: Apelo do Coronavírus 1 out 2020
Últimas notícias
Um tributo vivo aos líderes d’A Rocha 1 out 2020
Últimas notícias da campanha Atewa 1 set 2020